Programa de Pós-Graduação em Jornalismo
  • Melhor dissertação de mestrado do país é de doutoranda do PPGJOR

    Publicado em 19/09/2022 às 16:57

    Na última sexta-feira, 16, a Associação Brasileira dos Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor) anunciou os vencedores do Prêmio Adelmo Genro Filho 2022, e a dissertação de Denise Becker foi reconhecida como a melhor do Brasil na área. Denise é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC e a pesquisa premiada foi resultado de seu mestrado, defendido em setembro de 2021 com o título “Transparência como valor e prática: contribuições do Projeto Credibilidade para o jornalismo brasileiro”. O trabalho foi orientado pelo professor Rogério Christofoletti e foi desenvolvido no âmbito do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS) do PPGJOR/UFSC.

    Conforme a comissão avaliadora, 32 dissertações de 20 universidades disputaram o reconhecimento. Denise Becker vai receber o prêmio de melhor dissertação de mestrado em jornalismo do Brasil em novembro, no 20º Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Jornalismo, que acontece de 9 a 11 de novembro, em Fortaleza (CE). Ela viaja a convite da organização do evento.

    “Mais importante que o prêmio em si, que é incrível e uma honra indescritível receber, estou muito feliz porque o tema Transparência e Jornalismo terá muito mais visibilidade. Precisamos falar de transparência editorial, da prática jornalística e como os novos jornalistas podem e devem usar a transparência em todas as suas formas e recursos”, afirma Denise.

    A dissertação vencedora do Prêmio Adelmo Genro Filho pode ser acessada aqui 

    A doutoranda recentemente publicou um artigo em periódico internacional e pode ser conferido aqui 

    Veja também o e-book Transparência Jornalística: o que é e como se faz, com dois capítulos assinados pela pesquisadora.


  • Pesquisadores do PPGJOR publicam em livro na Espanha

    Publicado em 15/09/2022 às 08:56

    Acaba de ser lançado o livro “Comunicando lo esencial en la esfera pública: la Ética y la Deontología como garantía de la función social de los Media y sus profesionales”, que conta com artigos assinados por pesquisadores do PPGJor.

    No trabalho “A interseccionalidade como componente ético-epistemológico no ensino de jornalismo sobre direitos humanos”, a egressa Criselli Maria Montipó e a doutoranda Lynara Ojeda de Souza refletem como jornalistas em formação se apropriam do potencial ético-epistemológico oferecido pela interseccionalidade, especialmente para observar a cobertura de temas dos direitos humanos.

    Já o artigo “Transparencia, credibilidad, calidad e innovación en la visión de los periodistas brasileños”, do professor Rogério Christofoletti e dos doutorandos Dairan Paul e Kalianny Bezerra, traz o debate sobre percepções de jornalistas brasileiros a respeito da transparência de sua profissão e como relacionam a temática à credibilidade, à qualidade e à inovação jornalística.

    A obra, publicada pela editora Fragua, reúne diversos trabalhos apresentados na 6ª edição do Congresso Internacional de Ética da Comunicação, realizado em 2021 pelo Grupo de Pesquisa da Universidade Complutense de Madri sobre Regulação, Ética e Sistema Internacional de Informação Jornalística.


  • Professor do PPGJOR lança e-book no 45º Intercom

    Publicado em 11/09/2022 às 17:00

    Além de participar do 45º Intercom – Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação como congressista, o professor do PPGJOR Jorge Kanehide Ijuim também lançou no evento o ebook “O pensamento de Boaventura de Sousa Santos e o Jornalismo”. Organizado por Ijuim, o livro traz uma coletânea de ensaios produzidos por mestrandos, doutorandos e egressos do PPGJOR.

    Segundo o organizador, a obra é fruto dos esforços de um grupo de jovens pesquisadores ao se debruçarem sobre a obra do sociólogo lusitano Boaventura de Sousa Santos. Ao eleger
    o Jornalismo como objeto de pesquisa, este trabalho foca, de forma crítica, sobre diversos materiais e suportes, com a finalidade de compreender como determinados fenômenos sociais “traumáticos” são reportados, possibilitando, ou não, dar voz a atores sociais desprotegidos.

    Além de elaborar uma crítica aos modelos jornalísticos, os ensaios refletem e analisam, à luz do quadro teórico-conceitual de Santos, material jornalístico que têm em comum a “quase” invisibilidade jornalística e social dos seus objetos e atores, assim como discute as questões da justiça e o papel do cientista enquanto agente de mudança.

    O livro pode ser obtido gratuitamente no site da Editora Gênio Editorial.

     


  • PPGJOR marca presença no 45º Intercom – Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação

    Publicado em 11/09/2022 às 16:51

    O PPGJOR/UFSC marcou presença no 45º Intercom – Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, realizado na última semana, em João Pessoa, na UFPB. Este ano, o evento teve como tema central “Ciências da Comunicação contra a Desinformação”.

    Ao todo, a comunidade de discentes e docentes do PPGJOR apresentou oito trabalhos no Congresso. São eles:

    • Representações sociais da agricultura familiar no Portal NSC – Diana Mannes Koch (UFSC), Terezinha Silva (UFSC)
    • Interseccionalidade no jornalismo: potencialidades do jornalismo com perspectiva de gênero – Letícia Santos (UFSC)
    •  Repórter de rádio – das transmissões esportivas de cima de galinheiros aos Comandos Continental, percursos históricos nas primeiras décadas do meio no Brasil – Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC), Juliana Gomes (UFSC), Arnaldo Zimmermann (UFSC) e Raphaela Xavier de Oliveira Ferro (UFSC)
    • Quem as observa? Como as lentes da ANDI contribuíram para qualificar a cobertura sobre direitos humanos de crianças e adolescentes no Brasil – Lynara Ojeda de Souza (UFSC)
    • O princípio dialógico como caminho para uma prática jornalística fundamentada no Pensamento Complexo – Marisvaldo Silva Lima (UFSC)
    • A crítica de jornalismo nos estudos de crítica de mídia – Gabriela Cavalcanti Carneiro de Almeida (UFSC)
    • Imprensa x indígenas: as tensões na cobertura sobre os protestos contra o Marco Temporal em Mato Grosso do Sul – Leticia Bueno (UFSC), Jorge Kanehide Ijuim (UFSC)
    • A curadoria digital na era do Big Data: o caso da aba Especial Covid-19 no Science Pulse – Douglas Barbosa Gomes (UFSC), Stefanie Carlan da Silveira (UFSC)

    Também houve participação de egressos do PPGJOR/UFSC.

    • Aspectos pedagógicos da ação do NCEP no contexto da curricularização da extensão: um percurso metodológico – Criselli Maria Montipó (UFPR-UFSC), Hendryo André (UFPR-UFSC), José Carlos Fernandes
    • Confrontações e diálogos entre o exercício profissional e a prática laboratorial em telejornalismo durante a pandemia – Hendryo André (UFPR-UFSC)

    Os trabalhos apresentados no evento já estão disponíveis para consulta e podem ser conferidos diretamente no site.

     


  • PPGJOR promove live com jornalista Chico Felitti sobre “Storytelling e narrativa jornalística em podcast”

    Publicado em 06/09/2022 às 10:31

    O PPGJOR UFSC promoverá no dia 15/9, quinta-feira, uma live com o jornalista Chico Felitti para uma conversa sobre “Storytelling e narrativa jornalística em podcast”. O bate-papo ocorre às 9h como atividade proposta pela disciplina de Gêneros, Linguagens e Formatos Jornalísticos, ministrada pelas professoras Raquel Longhi e Fabiana Piccinin, que também irão mediar a conversa.

    Chico Felitti é repórter da Folha de S.Paulo, autor dos livros “Mulher Maravilha”, biografia de Elke Maravilha, “A Casa”, que narra a história da seita de João de Deus, e “Ricardo & Vânia”, que foi finalista do prêmio Jabuti em 2020. Criou e apresenta os podcasts “Além do Meme” e “A Mulher da Casa Abandonada”. Também é autor da reportagem “Fofão da Rua Augusta”, publicada inicialmente pelo Buzzfeed Brasil e, mais tarde, pela revista Piauí.

    O bate-papo ocorre no dia 15/9, às 9h, pelo YouTube, no link bit.ly/podcast-jor.