Programa de Pós-Graduação em Jornalismo
  • Grupo de estudos: Edgar Morin e o Jornalismo

    Publicado em 13/09/2018 às 22:16

    Complexidade, Razão, racionalidade e racionalização, Conhecimento, Acontecimento, singularidade e crise. Estes são alguns dos temas propostos pelo grupo de estudos “Edgar Morin: O pensamento complexo e o Jornalismo” que terá início em 24 de setembro. A coordenação é de Jorge Kanehide Ijuim (PPGJor) e terá como debatedora Ana Paula Lückman (PPGCom/UFRGS). Os encontros serão realizados quinzenalmente, às segundas-feiras, das 14h às 17h. Podem participar mestrandos e doutorandos e as inscrições devem ser feitas pelo email ijuimufsc@gmail.com .


  • Palestra “Sobre a Ciência”, com Alberto Cupani, no dia 13 de setembro

    Publicado em 10/09/2018 às 14:58

    As disciplinas Estudos Avançados em Jornalismo e Conhecimento e Seminário Avançado de Pesquisa em Jornalismo, do PPGJOR, promovem a palestra “Sobre a Ciência”, com o professor Alberto Cupani, do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina.
    O evento está marcado para a próxima quinta-feira, às 14h, no Auditório Henrique Fontes, Prédio B do Centro de Comunicação e Expressão, na UFSC.

    A palestra é aberta a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia.


  • Defesa de Dissertação: “As disposições de classe social na cobertura jornalística de homicídios do Diário Catarinense”

    Publicado em 06/09/2018 às 08:00

    A dissertação “As disposições de classe social na cobertura jornalística de homicídios do Diário Catarinense”, de Anderson Dias Silveira, será defendida no dia 10 de setembro, a partir das 10h. A sessão é aberta ao público e ocorrerá na sala Machado de Assis (407) do Bloco B, no Centro de Comunicação e Expressão (CCE/UFSC). A investigação tem como objeto de estudo o tratamento jornalístico dos homicídios noticiados pelo Diário Catarinense. O objetivo da pesquisa é identificar, descrever e criticar as disposições de classe social presentes na cobertura jornalística de homicídios do periódico catarinense, com base no conceito de classe social de Jessé Souza (2003, 2009 e 2010). O período de investigação compreende as mortes violentas intencionais ocorridas no primeiro semestre de 2017 em Florianópolis, observando as diferenças de tratamento de cada homicídio noticiado que evidenciam atravessamentos oriundos de nossa estrutura social. A hipótese é a de que as disposições de classe social influenciam no tratamento jornalístico dado aos homicídios e reforçam o desprezo para com as classes populares.

    O trabalho foi orientado pela Prof.ª Drª. Gislene Silva e a banca é composta pela Profª. Drª. Terezinha Silva e da Profª. Drª. Rose Rocha (ESPM/SP). Os suplentes são os professores Jacques Mick (interno) e o Marcio Serelle da PUC-Minas (externo).


  • Intercom 2018 tem grande e destacada presença do PPGJOR

    Publicado em 04/09/2018 às 13:34

    Professores, mestrandos e doutorandos do PPGJOR participam do 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom) que se realiza desde domingo, 2 de setembro, até o próximo sábado,  dia 8, na Universidade da Região de Joinville (Univille). Apresentam artigos, ministram palestras e minicursos e lançam livros. O Intercom é um dos maiores eventos acadêmicos de comunicação da América Latina. É promovido anualmente pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), reunindo milhares de pesquisadores, professores, estudantes, profissionais de todo o país e internacionais. Confira, a seguir, as atividades dos representantes do PPGJOR no Congresso e para a programação completa do evento, acesse http://www.portalintercom.org.br/eventos1/congresso-nacional/2018

    Continue a leitura » »


  • Professor do PPGJOR é conferencista em evento na Colômbia

    Publicado em 01/09/2018 às 22:31

    O professor Eduardo Meditsch ministrou a conferência Marxismo e Jornalismo Emancipador: miradas latino-americanas, durante a Semana de Ciências Humanas, realizada entre os dias 27 e 31 de agosto, na Universidad del Rosario, em Bogotá.

    Além do professor e jornalista brasileiro, participaram do evento a filósofa chilena Alejandra Castillo, o antropólogo peruano Federico Helfgott Seler, o economista chileno Cristóbal Kay, o filósofo cubano Pablo Guadarrama e o historiador argentino Horacio Tarcus, promovendo um diálogo interdisciplinar e intercultural sobre a recepção e os efeitos do pensamento marxista na América Latina.

    Em sua fala, Meditsch apresentou a perspectiva crítica de intelectuais como o brasileiro Adelmo Genro Filho e o cubano Julio Garcia Luis, colocando em discussão a visão limitante do jornalismo que teria prevalecido historicamente entre os marxistas latino-americanos. A partir da Teoria do Jornalismo, mas em diálogo com a produção de Gabriel Garcia Marquez e a experiência de Paulo Freire, salientou o potencial educativo e emancipatório do conhecimento jornalístico.

    Após as conferências individuais (confira aqui os resumos), os pesquisadores se reuniram para um debate na sessão de encerramento.

    Ainda durante sua estada na Universidade del Rosario, Meditsch participou de um encontro com os professores do Curso de Periodismo y Opinión Pública


  • Pesquisa do PPGJOR é apresentada nas XII Jornadas Universitarias La Radio del Nuevo Siglo, na Argentina

    Publicado em 30/08/2018 às 10:06

    A doutoranda do PPGJOR Nayane Brito participa das XII Jornadas Universitarias La Radio del Nuevo Siglo, que se realiza na Universidad de Quilmes, na sede de Bernal, Provincia de Buenos Aires, nestes dias 30 e 31 de agosto até 1° de setembro. A pós-graduanda apresenta o artigo “Transformaciones y continuidades en el radio-periodismo brasileño – el caso de los vehículos maranhenses”, submetido e aceito no evento em coautoria com sua orientadora Valci Zuculoto.

    A apresentação e o debate do trabalho serão no espaço das “Mesas de Ponencias”, destinado à exposição de artigos de pesquisa, ensaios e relatos de experiências sobre o tema geral do evento: “Lo Que Dicen Hoy Nuestras Radios. Un Recorrido por sus Contenidos, las Audiencias y los Formatos”. Também serão expostos trabalhos relacionados com “Problemáticas y Desafíos de la Enseñanza y Aprendizaje de lo radiofónico: Sus Contenidos, la Organización Pedagógica, los Insumos teóricos y su Articulación Práctica” , além de estar programada uma mostra de produções radiofônicas.

    As Jornadas Universitarias La Radio del Nuevo Siglo são um evento de projeção internacional, que anualmente reúne pesquisadores, professores, estudantes e profissionais do radiofônico de diversos países do mundo, em especial da América Latina.


  • PPGJOR marca presença no 4º Simpósio Internacional de História Pública

    Publicado em 24/08/2018 às 23:00

    Trabalho produzido por pesquisadores do Programa de Pós-Graduação e do Curso de Graduação em Jornalismo da UFSC é apresentado e debatido no 4º Simpósio Internacional de História Pública e 5ª Conferência Anual da Federação Internacional de História Pública, em realização de 21 a 24 de agosto na USP Leste, em São Paulo. Trata-se do artigo “A Rádio Ponto UFSC e sua inserção na constituição histórica da radiofonia universitária”, exposto pela professora Dra. Valci Regina Mousquer Zuculoto na área temática “História pública, comunicação e divulgação histórica”.  Foi elaborado em conjunto com o mestrando Guilherme Longo ( PPGJOR) e com a graduanda Beatriz Clasen (bolsista PIBIC do Curso de graduação). Os três integram o Grupo de Investigação em Rádio, Fonografia e Áudio (Girafa) do Jornalismo da UFSC e certificado no CNPq.

    A programação completa do evento e os anais dos resumos expandidos dos trabalhos em debate estão disponíveis em http://historiapublica.com.br/publichistory2018/

  • Professor e estudantes do PPGJOR lançam primeiro livro com Realidade Aumentada do Programa

    Publicado em 21/08/2018 às 22:10

    O livro “Inovação no futuro do jornalismo: ensino e prática do noticiário do amanhã”, organizado pelo professor do Programa Pós-Graduação em Jornalismo (PPGJOR), Antonio Brasil, será lançado no dia 6 de setembro, às 17h, durante do XIII Encontro de Autores/Editores de Publicações Recentes sobre Comunicação (Publicom), evento que faz parte do 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, que será realizado na Univille, em Joinville (SC). O livro, publicado pela Editora Insular, é o primeiro do programa a oferecer conteúdos em Realidade Aumentada para os leitores. “Não é apenas no nome ou nos temas debatidos que o livro é inovador. Nele, os autores discutem o ato de inovar nas mais diferentes vertentes (ensino, newsgames, redes sociais, streaming, jornalismo das coisas etc) e cada artigo traz conteúdos extras para os leitores em Realidade Aumentada, por meio de aplicativo próprio, também,
    criado por um aluno”, explicou o organizador da publicação.
    O aplicativo, chamado InovAR Jor, está disponível apenas para dispositivos com sistema operacional Android, via Play Store. Ele foi desenvolvido por Carlos Marciano, doutorando do PPGJOR e, também, autor de um dos artigos do livro. “Criar o aplicativo em Realidade Aumentada foi uma experiência desafiadora e ao mesmo tempo gratificante. Embora já eu tivesse utilizado o software Unity para desenvolvimento de jogos, foi a primeira experiência com desenvolvimento de conteúdo em RA. Apesar dos contratempos iniciais com os códigos e as limitações técnicas, o resultado ficou dentro das nossas expectativas. Infelizmente devido ao custo alto de submissão não conseguimos disponibilizar o app na Apple Store, mas o leitor que utiliza aparelhos Android poderá desfrutar dos conteúdos extras cuidadosamente selecionados para complementarem os artigos”, explicou.
    Em suas 136 páginas, a publicação traz, ao todo, sete artigos, que foram desenvolvidos pelos estudantes, durante a disciplina de Estudos Avançados em Tecnologia do Jornalismo, ministrada por Antonio Brasil no PPGJOR. São autores: Carlos Marciano, Ingrid Pereira de Assis, Letícia Paola Beilfuss, Luiza Mylena Costa Silva, Marcelo Barcelos, Paula Weyh dos Passos e Thiago Pedro Malkowski. “Sinto muito orgulho de ter colaborado para o desenvolvimento de uma publicação relevante cientificamente e que carrega consigo conhecimentos valiosos para os profissionais da área de jornalismo. Espero que os leitores abracem esse livro com mesmo carinho com que ele foi produzido”, frisou Ingrid Assis, doutoranda do PPGJOR, editora e revisora do livro.

    Dados do livro:
    Editora Insular
    Formato – 15,00 X 21,00
    Preço de capa – R$ 39,00


  • Defesa de Dissertação: “Da Samarco ao Jornal Nacional: Relações entre a comunicação organizacional e o telejornalismo no desastre em Mariana – MG”

    Publicado em 17/08/2018 às 16:00

    A dissertação “Da Samarco ao Jornal Nacional: Relações entre a comunicação organizacional e o telejornalismo no desastre em Mariana – MG”, de Luis Gustavo Varela, será defendida no dia 21 de agosto, a partir das 8h30. A sessão é aberta ao público e ocorrerá na sala Machado de Assis (407) do Bloco B, no Centro de Comunicação e Expressão (CCE/UFSC). O estudo aborda como a comunicação organizacional da Samarco Mineração S.A. pode ter afetado a construção do discurso do acontecimento jornalístico no Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão, durante as primeiras semanas de cobertura do desastre tecnológico em Mariana – MG, no ano de 2015. A partir de uma contextualização do acontecimento, da revisão literária e da análise crítica do discurso, é observado o alinhamento ou não de enquadramentos e argumentos discursivos em 36 peças do telejornal e 15 informativos da mineradora, entre 5 e 21 de novembro de 2015.

    O trabalho foi orientado pelo prof. Dr. Carlos Augusto Locatelli e a banca avaliadora é composta pela profª. Drª. Maria Helena Weber, da Pós-Graduação em Comunicação e Informação da UFRGS (PPGCOM) e pela profª. Drª. Cárlida Emerim, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC (PPGJOR). Os suplentes são o prof. Dr. Antônio Brasil (PPGJOR/UFSC) e o prof. Dr. Mário Jorge Coelho Freitas, do Programa de Pós-Graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental (PPGPlan | UDESC).


  • Defesa de Dissertação: “O jornalismo no programa de rádio A Voz do Brasil em períodos de crise política – uma análise de coberturas entre 1985 e 2017”

    Publicado em 17/08/2018 às 15:00

    A dissertação “O jornalismo no programa de rádio A Voz do Brasil em períodos de crise política – uma análise de coberturas entre 1985 e 2017”, de Luciana Paula Bonetti Silva, será defendida no dia 20 de agosto, a partir das 16h. A sessão é aberta ao público e ocorrerá na sala Hassis do Bloco B do Centro de Comunicação e Expressão (CCE/UFSC). O estudo aborda como o programa A Voz do Brasil praticou ou não pressupostos jornalísticos em coberturas de crises políticas. Após revisar a bibliografia, a análise de conteúdo debruçou-se sobre reportagens que abordam fatos geradores de crise em 35 áudios do programa, cinco para cada governo de turno entre 1985 e 2017.

    O trabalho foi orientado pela professora Valci Regina Mousquer Zuculoto e a banca avaliadora é composta pela professora Marialva Carlos Barbosa, da Pós-Graduação em Comunicação da UFRJ (ECO Pós), pelo professor Luciano Klöckner, professor aposentado  da PUC RS, e pelos professores Eduardo Meditsch e Cárlida Emerim, ambos do PPGJOR/UFSC. Os suplentes são os professores Antônio Brasil (PPGJOR/UFSC) e Leslie Chaves (Departamento de Jornalismo/UFSC).